Skip to content

Reunião Especial com Rotary, Rotaract e Interact

12/01/2012

No último domingo (08/01), participamos de uma reunião envolvendo representantes dos clubes do Rotary, Rotaract e Interact do Distrito 4610, para debater sobre os principais problemas enfrentados pelas gestões atuais, e propor soluções para serem aplicadas a partir da gestão 2012-13.

Contamos com a presença do Governador Distrital Eleito (GDE) Reinaldo Franco, o Ex-Governador Distrital (EGD) Clóvis Prada, o Sr. Gunter Pollack, do RCSP Perdizes, a Representante Distrital de Rotaract (RDR) Cibele Santos e o Representante Distrital de Interact (RDI) Mateus Amaral, além dos sócios de diversos clubes de Rotaract e Interact do Distrito.

A reunião foi mediada pelo nosso sócio Vitório Tomaz, RDR eleito para a gestão 2012-13. Dividida em 2 partes – palavra aberta e divisão em grupos – a reunião teve os seguintes temas abordados:

Falta de apoio dos Rotary Clubs padrinhos

O desafio: como obter apoio dos rotarianos para o desenvolvimento do Rotaract/Interact?

Um dos problemas mais apontados pelos jovens (especialmente nos clubes mais novos), a falta de apoio se caracteriza principalmente pela ausência de rotarianos em reuniões ou projetos dos jovens e na dificuldade de acesso dos jovens aos rotarianos para trocar experiências. Isto pode gerar distanciamento entre os clubes e, consequentemente, desinteresse dos jovens em participar do Interact e Rotaract.

Propostas:

  • Integrar Rotary, Rotaract e Interact no planejamento das próximas gestões, através de ações e projetos pensados e executados em conjunto.
  • Quebrar o gelo: qual a melhor forma de se aproximar das outras gerações, se não for tomando a iniciativa?

Falta de engajamento dos jovens

Desafio: Como manter os jovens dentro dos programas, desenvolvendo a si mesmos e à sociedade?

Segundo o GDE Reinaldo Franco, o Rotary compete com outras instituições no que diz respeito à adesão dos jovens, mesmo com seu alcance e visibilidade internacionais. Além do apoio aos jovens que já estão nos programas, o Rotary precisa se renovar, criando uma estrutura mais atraente para os jovens de uma geração que já nasceu conectada às novas tecnologias, com vontade de mudar o mundo mas sem saber por onde começar.

Proposta: Trabalhar em conjunto com os jovens para mantê-los dentro dos programas, e por consequência atrair novos sócios.

Participação nas reuniões de outros clubes

O desafio: Como conciliar os horários para que o Rotary Club possa acompanhar os projetos de seus jovens?

Um dos maiores problemas para os sócios de Rotaract/Interact Clubs é ter disponibilidade para visitar as reuniões dos Rotary Clubs padrinhos, que geralmente ocorrem durante o horário comercial ou à noite, quando o jovem está trabalhando ou estudando, impedindo sua participação. Por consequência, as reuniões de Rotaract/Interact Clubs são feitas geralmente nos finais de semana, período em que os rotarianos padrinhos também estão ocupados.

Propostas: Uma das sugestões dos jovens para os presidentes eleitos de Rotary Clubs é, ao nomear seus conselhos diretores, é indicar um Pró-Juventude com disponibilidade para acompanhar os jovens mais de perto. No nosso clube temos o Sr. Gunter, que frequentemente nos visita e acompanha de perto nossas ações e projetos, ajudando no planejamento.

Outra proposta sugerida foi adotar uma escala de revezamento na qual os sócios se revezam para visitar os Rotary Clubs, desde  que não prejudique seus compromissos. No RCT Sumaré-Perdizes, por exemplo, nos revezamos para visitar os RCSP Sumaré e Perdizes, que se reúnem todas as quintas no mesmo horário. Desta forma, garantimos que todos os jovens e rotarianos se relacionem, o que vai trazer bons frutos no futuro.

Divulgação dos projetos

Desafio: Como promover as ações e projetos de um clube, de maneira clara e atrativa para toda a sociedade?

Este é um desafio de todos os Rotary, Rotaract e Interact Clubs, especialmente das comissões de Imagem Pública. Um projeto não deve ser promovido visando à auto promoção, mas sim à prestação de serviços para a sociedade, a troca de experiência entre clubes e à apresentação do clube que o realiza para sócios em potencial. No entanto, muitos clubes têm dificuldade em mostrar o que, para quem e como estão fazendo.

Proposta: Promover treinamentos e encontros para que os clubes troquem experiências sobre planejamento, execução e divulgação de projetos. Isso já acontece nas Assembleias e Encontros Distritais, mas precisa ser ampliado para o cotidiano da gestão.

Alinhamento de expectativas

Um dos principais assuntos levantados na segunda etapa da reunião. Tanto os jovens quanto os rotarianos sentem a necessidade de alinhar expectativas entre si e com a comunidade, para que as próximas gestões sejam planejadas e administradas de maneira mais efetiva e integrada. Nas palavras do companheiro Gunter Pollack*,

Rotary, Rotaract e Interact não se comunicam bem em conjunto. Não mostram significado para a comunidade. Não linham as expectativas entre eles e entre a comunidade também. Precisamos do foco de integração. Se tivermos conteúdo e comunicação teremos caminho de sucesso.

Veja algumas fotos:

Esta foi apenas uma síntese do que foi comentado por todos os participantes. Deixe sua opinião nos comentários e dê continuidade ao debate!

*transcrições feitas por Pedro Prochno, do Rotaract Club SP Aliança Lapa.

Fotos: ReginaldoNepomuceno / Vitório Tomaz

One Comment leave one →
  1. 12/01/2012 13:55

    Parabéns pelo relato, está muito completo, com toda certeza ele ajudará a compor o relato final🙂.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s